24 de abril - Dia do Aprendiz: Parceria de sucesso em prol da juventude | CIEE/PR - Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná

24 de abril – Dia do Aprendiz: Parceria de sucesso em prol da juventude

 

Com presença e reconhecimento em todo território nacional e internacional, a empresa Pioneiro Alimentos, localizada no município de Joaquim Távora, é a segunda maior parceira do CIEE/PR na contratação de aprendizes, com índice de aproveitamento ou efetivação no emprego da ordem de 50% dos jovens participantes do processo de aprendizagem e inclusão no mundo do trabalho. A empresa se destaca pela qualidade na produção e na adoção de estratégias inovadoras voltadas para o desenvolvimento das pessoas, da responsabilidade social e da preservação do meio ambiente.

A parceria firmada entre CIEE/PR e o Grupo Pioneiro, além promover a qualificação profissional dos jovens da comunidade de toda a região e oferecer a eles a oportunidade de um primeiro emprego, proporciona também aos aprendizes conhecimentos que possibilitam um desenvolvimento pessoal, profissional e social qualificado, mediante  o apoio de uma equipe multidisciplinar formada por pedagogos, psicólogos e assistentes sociais.

No dia 09 de junho de 2017 ocorreu a primeira dinâmica informativa, organizada pelo CIEE/PR nas dependências da Empresa Frangos Pioneiro com a finalidade de orientar os participantes sobre o Programa de Aprendizagem, bem como oferecer a eles ferramentas que são importantes no momento da entrevista de emprego. A aula inaugural da primeira turma de aprendizes contratados ocorreu no dia 11 de setembro do mesmo ano e atualmente a empresa conta com 82 aprendizes contratados.

Responsável pela coordenação do programa de capacitação dos aprendizes, a assistente social, Danieli de Melo Oliveira, dá mais detalhes  sobre o processo de aprendizagem na empresa.

 

Por que sua empresa contrata aprendizes com o CIEE?

Danieli: Por ser uma entidade formadora responsável, o CIEE oferece o preparo pessoal e profissional, acompanha de perto o desenvolvimento e nos fornece o suporte necessário para a realização do programa de quotas previsto na Lei 10.097/2000.

Desde quando isso ocorre e em que áreas de trabalho há mais contratações de aprendizes?

Danieli: Os primeiros contratos que realizamos junto ao CIEE foi em 11 setembro de 2017, com a formação de uma turma de menor aprendiz administrativo, que na época era nosso maior grupo. Com a efetivação de alguns aprendizes dificulta nossa reposição no administrativo, para atingirmos a meta estamos refazendo as turmas com maior número na produção.

Como você vê o programa de aprendizagem e os benefícios que ele proporciona, tanto para os jovens quanto para as empresas?

Danieli: O programa prepara os aprendizes na prática do dia-a-dia de trabalho, além de contribuir para a realização de atividades nos mais diversos setores da empresa.

O que é melhor para a empresa: contratar empregados com experiência ou qualificar aprendizes de acordo com as necessidades e normas próprias?

Danieli: Acreditamos que as duas formas de contratação são positivas. As vantagens de se contratar alguém sem experiência é que essa pessoa é formada de acordo com a cultura organizacional da empresa.

Qual o índice de aproveitamento ou de efetivação de aprendizes, como futuros empregados da empresa?

Danieli: O índice de aproveitamento/efetivação foi em torno de 50%. Levando em consideração que este público é rotativo, pela necessidade de reposição anual da quota, a quantidade de contratações foi alta.

Diante do quadro de desemprego no país e da falta de perspectivas para inclusão de milhares de jovens (só no Paraná são mais de 20.000) sem experiência, no mercado de trabalho, você considera que as empresas em geral deveriam dar mais oportunidades aos aprendizes, mediante o cumprimento das quotas de contratações previstas na Lei 10.097/2000?

Danieli: Sim. É importante que os empresários estejam abertos a este programa, pois além do cumprimento da legislação, os aprendizados são inúmeros e extremamente valiosos, tanto para o aprendiz quanto para a empresa.

 



Os comentários estão desativados.

-->