4 dicas para aplicar a inovação na sua empresa 4 de março de 2020 • Notícias para Empresas

4 dicas para aplicar a inovação na sua empresa

A inovação tem se tornado cada vez mais importante nas empresas, tendo em vista o aumento da competitividade no mundo do trabalho

O mundo do trabalho está cada vez mais saturado de ideias genéricas, pensamentos iguais e execuções simplórias. Por conta disso, empresas que possuem algumas características de destaque acabam levando vantagem nesse mundo tão competitivo. Uma dessas bases é, entre outras coisas, a inovação. 

A inovação precisa estar presente de forma constante em qualquer empresa. Com ela, novas ideias surgirão e, consequentemente, grandes conquistas também.

O que é inovação?

É preciso deixar claro que inovar não significa apenas ter uma ideia grandiosa ou criar algo novo, que nunca foi pensado ou feito.. Inovação é uma postura constante de buscar soluções para problemas e necessidades internas e externas, tornando-se competitiva dentro e fora do mercado. 

É possível aplicar a inovação em uma empresa?

O primeiro passo é garantir uma gestão da inovação competente e qualificada para estar atento a tudo que acontece no mundo do trabalho. A função dessa diretoria é, basicamente, gerenciar possíveis oportunidades e ideias de uma empresa.

Trata-se de um processo que lida diretamente com a ideia de inovar, mas seguindo os mesmos conceitos de outros setores: definir metas, responsáveis, equipes e ações a serem trabalhadas.

  1. Desenvolva uma cultura!

Antes de querer garantir que sua empresa pense e execute de forma inovadora, é preciso estabelecer uma cultura que fale a mesma língua que os objetivos empresariais. A instituição precisa abraçar a inovação como uma causa, acreditando nela e a priorizando internamente, visando resultados futuros, tanto pessoais, quanto profissionais!

Na prática, isso significa desenvolver programas de estímulo à criatividade, aumentar a diversidade de perfis e habilidades da equipe, criar projetos com o intuito de solucionar problemas constantes e equipes interdisciplinares, por exemplo. 

  1. Tenha e desenvolva uma equipe específica!

Após tornar essa cultura de inovação mais clara dentro da organização, é preciso que alguém tome a frente da ideia e toque o projeto. A diretoria é responsável por nomear gestores ou funcionários que tenham aptidão para lidar com esse processo.

O mais interessante é criar uma equipe que contenha funcionários de diversos setores, garantindo assim uma pluralidade de ideias e o desenvolvimento pessoal e profissional de cada um. 

  1. Busque aquilo que pode ser melhorado

É importante que essa equipe tenha em mãos alguns feedbacks dos funcionários da organização. A partir disso, os responsáveis pelo projeto de inovação conseguirão realizar uma análise mais profunda sobre os pontos que podem melhorar, tanto dentro quanto fora da empresa.

Além disso, esses pontos de melhoria podem servir como um planejamento e um desafio para a equipe gestora. Eles serão responsáveis por investigar o problema, entender sua causa e propor mudanças criativas e funcionais. 

  1. Desenvolva processos de implementação e avaliação

Após analisar um problema e organizar uma possível solução, é preciso colocá-la em prática. A implementação é um processo demorado e requer tempo para que possíveis resultados apareçam. Por isso, este processo é um dos mais importantes.

Quando a última fase já estiver concluída, é necessário realizar uma avaliação dos resultados obtidos. A partir dessa análise de dados finais, a equipe irá entender se realmente houve um processo inovar e de que maneira ele contribui positivamente para a empresa.

Atualmente, é preciso que tudo seja pensado da forma mais estratégica possível. Por isso, a inovação é um processo importante que deve ser extremamente organizado para que a organização colha os frutos no futuro.