Quer se concentrar melhor nos estudos e nas tarefas? O método Pomodoro já ajudou várias pessoas e pode ajudar você também. Confira

Estudar e absorver conteúdos pode parecer fácil na teoria, mas todo mundo que se dedica a isso sabe que não é tão simples. Nosso cérebro muitas vezes não consegue se concentrar, mesmo que nos esforcemos para isso. É por esta razão que muitas pessoas buscam técnicas para que seus estudos rendam mais.

Uma dessas técnicas é o chamado Pomodoro, um dos mecanismos de estudo mais famosos e utilizados no mundo. Talvez você já tenha ouvido falar, mas será que sabe realmente como funciona essa técnica? Confira abaixo tudo que precisa saber para testar o método Pomodoro e melhorar a administração do seu tempo:

Vidas cada vez mais corridas

O método Pomodoro foi criado no fim da década de 1980, mais precisamente em 1988, pelo italiano Francisco Cirillo. A época para a criação de uma técnica de gerenciamento de tempo não poderia fazer mais sentido: desde o fim do século 20, nossas vidas se tornaram cada vez mais corridas e nosso tempo, cada vez mais escasso. Administrar bem o tempo das tarefas tornou-se fundamental para levarmos uma vida plena.

O método se chama “Pomodoro” (tomate, em italiano) porque Cirillo usava um daqueles relógios de cozinha em formato de tomate para controlar o seu tempo.

Tarefas diversas

Engana-se quem pensa que o método Pomodoro é usado apenas para os estudos. Como é uma técnica de administração de tempo, pode ser usado para qualquer tarefa que exija concentração. Usar o método no trabalho pode significar mais produtividade e menos falta de concentração. O segredo é não ter medo de ficar “sem fazer nada” nos seus períodos de descanso.

Como funciona?

1) Programe um cronômetro para 25 minutos;

2) Escolha uma das tarefas e trabalhe nela sem interrupções durante esse tempo, nem mesmo para dar aquela olhadinha no celular;

3) Quando o despertador tocar, faça uma pausa de 5 minutos. O ideal é aproveitar esse tempo para fazer algum exercício ou alongamento, mas qualquer coisa que ajude a relaxar é válida;

4) Retome o trabalho depois da pausa por mais um “pomodoro” de 25 minuto; 

5) A cada quatro “pomodoros”, faça uma pausa mais longa, de 30 minutos, até voltar ao trabalho.

Disciplina

A técnica oferece espaço para que o cérebro respire e possa retomar as tarefas com mais tranquilidade. Porém, quando for a hora de trabalhar, é preciso atenção total para que isso funcione. A disciplina na hora dos 25 minutos de trabalho é fundamental, por isso é importante não se distrair com as redes sociais ou com qualquer outra coisa nesse tempo, a não ser que seja algo urgente.

Por que funciona?

Os estudos analisados e feitos por Cirillo mostraram que o cérebro humano pode funcionar de maneira mais ágil quando trabalha com blocos de tempo e descansos breves entre eles. Dessa forma, podemos usar o tempo de forma mais organizada e produtiva, sem comprometer o resultado final dos estudos ou do trabalho – pelo contrário: organizar melhor o tempo pode fazer com que os resultados sejam muito melhores.