5 dicas de economia para tempos de crise

A crise causada pela pandemia do novo coronavírus está afetando diversos aspectos da nossa vida – inclusive o econômico. Com diversos setores da economia parados ou funcionando parcialmente, ninguém sabe o que vai acontecer nos próximos meses. Por isso, é importante dar uma atenção especial nas suas economias nesse período para não passar apuros.

Abaixo, o Blog do CIEE/PR separou cinco dicas para você economizar nesse momento:

Planeje

Antes de mais nada, é importante colocar seus gastos e sua renda no papel para fazer um planejamento bem feito. Considere tudo o  que entra e o que sai para ver qual é a sua real situação. Isso pode parecer óbvio, mas muita gente passa sufoco apenas por não saber bem quais são os números certos de suas rendas e gastos. Ter isso registrado ajuda muito na hora de tomar decisões em relação ao seu dinheiro.

Corte gastos 

Esse é o momento de gastar o menos possível. Por isso, gastos que não são essenciais e podem ficar para depois devem ser retirados das suas despesas e da sua família. Não é preciso muito esforço: você pode trocar, por exemplo, a TV a cabo por um streaming de sua preferência. Dessa forma, você consegue guardar dinheiro sem fazer grandes sacrifícios, algo que será muito positivo lá na frente.

Guarde dinheiro

Guardar dinheiro deve ser o principal objetivo nesse momento. Uma boa dica é separar a porcentagem da sua renda que você quer guardar e fazer isso antes de começar a pagar contas e fazer compras. Dessa forma, você garante que esse dinheiro não será usado para outros fins e estará lá no fim do mês.

Use bem possíveis rendas extras

Ganhou um bônus? Conseguiu uma renda extra inesperada? Fazer bom uso desse dinheiro pode fazer toda a diferença. É claro que nem sempre é possível guardar esse dinheiro e as contas falam mais alto. Porém, se não tiver nenhum gasto urgente para ele, guarde o máximo possível para aquela emergência lá na frente.

Evite o cartão de crédito

A melhor forma de economizar dinheiro é fugir dos juros do cartão de crédito e do cheque especial. Sempre que possível, pague as coisas em dinheiro ou no débito e parcele apenas em último caso. Os juros do cartão podem parecer insignificantes a princípio, mas rapidamente podem se tornar uma bola de neve difícil de parar. Evitando estes gastos, você não gasta sua renda de forma irresponsável.

Seguindo essas dicas, você tem mais segurança para passar por esse momento difícil sem sofrer grandes sustos com o seu dinheiro!



Os comentários estão desativados.

-->