Bem-estar e saúde mental: como empresas podem ampliar os cuidados com os funcionários?

Engana-se quem pensa que manter a saúde psicológica e o bem-estar dos colaboradores não é também tarefa da empresa. Confira algumas dicas para durante e depois da pandemia

Os últimos meses reforçaram para todos nós como a saúde mental é importante. A quarentena, o isolamento social e a própria pandemia mudaram a nossa rotina de maneira repentina, gerando incertezas e insegurança em relação ao futuro. No caso das empresas, reforçou-se ainda mais a necessidade de promover ações relacionadas à saúde psicológica de seus funcionários. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, pensar nos cuidados com a saúde mental é parte da resposta à pandemia, uma vez que há um aumento geral da ansiedade e de outros problemas psicológicos na população mundial como um todo neste momento. 

Nesse cenário, é importante lembrar que, mesmo antes da pandemia, o Brasil já era um dos países em que a população economicamente ativa mais sofria com o chamado efeito Burnout, síndrome que está envolvida com o esgotamento físico e mental causados pela vida profissional: 30% da população brasileira sofre de Burnout, o que, além de ser um grave problema de saúde, custa para os empregadores cerca de 80 bilhões de dólares ao ano no país.

Medidas preventivas e de manutenção 

Muitas vezes, as medidas adotadas e propostas pelas empresas para promover o bem-estar dos colaboradores são coletivas. Isso é algo positivo, mas, muitas vezes, é necessário que a corporação esteja aberta a agir de maneira individualizada, especialmente em alguns casos específicos. Fazer com que o funcionário sinta-se único em suas características, dificuldades e necessidades pode potencializar sua motivação, satisfação e bem-estar com o ambiente em que se encontra.

Não menos importante para manutenção dos cuidados, é essencial que haja um canal aberto de comunicação com os funcionários, garantindo transparência. Ouvir os funcionários, suas dores, desejos, sugestões e insatisfações de forma construtiva ajuda a melhorar não só o ambiente, mas a percepção que o colaborador tem do seu trabalho. 

Outras ações, como acompanhamento psicológico institucional e a promoção de ações e eventos de integração, também têm seu espaço e são bem-vindas. 

Promover ações preventivas e de manutenção do bem-estar na empresa tem um objetivo claro e dos mais importantes: auxiliar os colaboradores a manter uma relação harmônica e saudável com sua rotina, ambiente e atividades profissionais.



Os comentários estão desativados.

-->