Como acertar na escolha profissional 15 de dezembro de 2021 •

Como acertar na escolha profissional

A adolescência é uma fase da vida repleta de mudanças físicas e psicológicas. E, em meio a todas essas transformações, os jovens ainda se deparam com um momento importante para o futuro: a escolha do curso superior ou curso técnico e, juntamente, a decisão do que quer como profissão.

Diante das inúmeras opções de cursos e carreiras, é comum que os estudantes fiquem na dúvida sobre qual caminho seguir. E é justamente nesse contexto de busca pela conquista do seu lugar em um mundo que se inova a cada dia, que a orientação profissional ganha importância para sanar as dúvidas e auxiliar nas incertezas.

Como é a orientação profissional, na prática?

O processo de orientação dos profissionais que prestam este tipo de serviço não é idêntico, mas seguem um padrão de modo a colaborar com a escolha adequada da futura ocupação profissional dos estudantes. Considerando as principais características de cada curso de graduação e as possíveis profissões e cargos, a orientação profissional, normalmente, inclui ações interativas e estratégicas, com a aplicação de entrevistas, testes, questionários e outras atividades dinâmicas.

A partir de então, a orientação é realizada de forma detalhada, conforme determinados fatores observados, tais como personalidade, desejos, valores, habilidades, talentos, particularidades, preferências, fragilidades e outros atributos pessoais do estudante. Além do aconselhamento, os serviços de orientação profissional também podem oferecer contribuições minuciosas para um planejamento de carreira e preparação para a aposentadoria, por exemplo.

Experiências profissionais ajudam na escolha 

Além do investimento em autoconhecimento e absorção das informações sobre os cenários de cada profissão, a vivência em ambientes profissionais da área escolhida também é essencial. Sendo assim, o estágio surge como uma importante ferramenta de aprendizagem e ajuda de maneira significativa o estudante em questões decisivas para o rumo de sua carreira profissional.

Além de enriquecer o currículo, o estágio aparece como uma boa oportunidade para o estudante conhecer na prática as questões teóricas que aprende na sala de aula e as diferentes ramificações profissionais que poderá seguir. O estágio, portanto, tem uma alta relevância na formação do estudante. Tanto é que na maioria das instituições de ensino, a sua realização é obrigatória e faz parte da grade curricular do curso. Visto isso, durante a graduação, o aluno tem a possibilidade de realizar estágios em diferentes campos, o que facilita a decisão do caminho mais interessante a seguir. 

Acompanhamentos especializados geram melhores resultados

Vale ressaltar que, mesmo que haja inúmeros testes e orientações vocacionais na internet, é indicado que todo o trabalho seja realizado por profissionais capacitados, cujo objetivo é elucidar todas as questões que surjam no percurso, descobrir as competências do indivíduo e para qual profissão elas são mais indicadas.

 

Fontes consultadas:

https://exame.com/carreira/5-ideias-falsas-sobre-vocacao-de-carreira/

https://www.infomoney.com.br/carreira/mentoring-o-que-e-e-quais-sao-as-suas-verdadeiras-vantagens-para-os-jovens/

https://blog.pitagoras.com.br/orientacao-profissional/

https://www.ip.usp.br/site/servico-de-orientacao-profissional-sop/

https://blog.pitagoras.com.br/estagio-supervisionado/