É possível aprender a falar bem em público? | CIEE/PR - Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná

É possível aprender a falar bem em público?

Saber como falar em público é primordial em praticamente todas as carreiras. Por isso, o mundo do trabalho tem se tornado cada vez mais exigente quando o assunto é a oratória

Você já teve medo de falar em público? Chegou a travar na hora de uma apresentação? Pois é, isso é muito comum e acontece o tempo todo. Os motivos são vários, que vão desde a falta de preparação à timidez e vergonha em excesso.

Entretanto, saber falar em público tem se tornado uma exigência corriqueira no mundo do trabalho. As empresas procuram pessoas que não tenham problemas em conduzir uma apresentação, possuam desenvoltura e jogo de cintura para falar com o público e que saibam dominar a oratória.

Não consigo falar em público, e agora?

Um dos maiores mitos sobre uma boa oratória é que se trata de um dom, algo natural que nasce com o indivíduo. É óbvio que existem pessoas mais desinibidas e que tendem a falar em público com mais facilidade, principalmente por não terem vergonha e nem medo daquela situação.

Contudo, ter uma boa oratória está longe de ser um talento nato. Por isso, é possível sim falar bem em público e desenvolver essa facilidade de comunicar-se com pequenos, médios e grandes públicos.

Por onde começar?

Antes de mais nada, é possível dizer que uma boa oratória só se desenvolve com muita prática, estudo e paciência. Além disso, adequar o tom de voz, o ritmo de palavras por minuto e a expressão corporal também é fundamental nesse processo.

Faça um resumo

A nossa primeira dica é jamais confiar em sua memória, principalmente se você costuma ficar nervoso diante de uma situação em que os olhares estão voltados para você. Caso deixe o discurso ou apresentação a cargo de suas lembranças, certamente irá se perder no meio do caminho e se esquecerá de algo importante a ser mencionado.

Por isso, para superar essa primeira barreira, o ideal é preparar um resumo de suas ideias e deixá-lo com você durante a apresentação. A dica é tentar resumir sua ideia em poucas palavras, ajustando para ficar o mais interessante possível.

O resumo servirá de guia para toda sua fala e ajudará a criar um discurso ideal, feito com profundidade e emoção. Além disso, ele auxilia você a não se esquecer de nenhuma informação e a evitar o nervosismo por tentar tirar tudo do zero no momento da fala.

É preciso praticar

Depois de preparar um resumo da sua apresentação, você irá precisar praticar em voz alta. Ao ouvir-se falando sobre sua apresentação, você conseguirá perceber se há alguma repetição de palavras, ideias confusas e irá adaptar seu discurso de acordo com aquilo que deseja dizer. Além disso, você acaba fixando o conteúdo na cabeça e ganhando familiaridade com o seu próprio texto, tornando a apresentação mais natural.

Uma dica bem interessante é convidar alguns amigos para escutar seu discurso e pedir feedbacks sobre a velocidade de sua fala, entendimento do tema, movimentação do corpo e domínio do assunto. É importante escutar o que outras pessoas têm a falar sobre seu discurso, pois assim você pode aperfeiçoá-lo.

Não se esqueça de adequar o seu discurso ao tempo que você possui de apresentação, sempre deixando um limite de até 3 minutos para possíveis imprevistos.

Fale com o corpo

Você não fala somente com a boca, mas com o corpo também. A expressão corporal é fundamental para tornar o seu discurso mais limpo, claro e chamativo. Ficar com os ombros arqueados, olhos baixos e falar com a boca em direção ao púlpito não será nada atrativo para quem estiver presente na plateia.

É preciso ter uma postura de poder, com o peito aberto, coluna ereta, olhos sempre para frente, braços à mostra e o nariz mais elevado. Muita gente acha que isso demonstra arrogância e prepotência, mas na verdade acaba atraindo olhares curiosos e atentos.

Uma sugestão relevante é focar em três pontos centrais da plateia, um de cada lado e um no centro. Pode ser uma pessoa, um lugar, um objeto, qualquer coisa que faça você falar como se estivesse olhando para os olhos de alguém. Isso deixa seu discurso mais dinâmico e atrativo.

Você faz seu próprio ritmo

Já teve a sensação de conversar com alguém que falava tão rapidamente que você mal conseguia entender o que estava sendo dito? Cuide para não passar essa impressão durante uma apresentação. Se você falar muito rápido, é bem provável que irá se atrapalhar e não irá prender a atenção do público.

Uma boa apresentação é realizada de forma mais lenta e tende a variar de 130 a 170 palavras por minuto. Se o público for muito grande, essa dica é ainda mais preciosa, pois falar muito para um público que facilmente irá se dispersar é pedir para ter problemas. Mas, se o público for menor, é importante variar e entender como a plateia reage durante sua apresentação.

Viu só como é possível aprender a falar bem em público? Existem inúmeras técnicas e formas de estudar com o intuito de melhorar sua oratória. Aqui no CIEE/PR, você pode aprender de uma forma simples e prática, através de nossos cursos gratuitos.

Clique aqui para conferir a programação dos cursos no Centro e Auditório CIEE/PR e aqui para a programação nas Ruas da Cidadania.



Os comentários estão desativados.

-->