É possível melhorar o desempenho da sua empresa durante o isolamento social?

Números têm mostrado que, apesar do impacto esperado, uma empresa pode ter bons resultados mesmo durante a quarentena. Veja mais detalhes

Uma das maiores preocupações de empresários, gerentes e diretores operacionais durante a pandemia são os resultados das empresas nesse período difícil, algo que pode impactar na vida de muita gente. E se, ao invés de piorar os resultados da sua empresa, você pudesse melhorá-los durante a pandemia? Será que isso é possível?

Enquanto diversos setores estão sofrendo com a quarentena, como academias, comércio em geral, bares e restaurantes, outros estão tendo bons resultados mesmo em meio a esse momento complicado. Uma matéria publicada pela CNN Business mostra que, apesar do desemprego ter aumentado nos EUA, diversos setores melhoraram seus resultados.

A maioria dessas áreas estão relacionadas, tanto com a prevenção da doença, quanto com o maior período que as pessoas estão passando em casa. A produtora de jogos eletrônicos Nintendo, por exemplo, anunciou que seus lucros nos primeiros meses de 2020 triplicaram em relação ao mesmo período no ano anterior.

Aumento na produtividade

Embora a alta demanda nesse período explique em partes essa melhora, ela não é a única razão. Uma outra matéria, do New York Times, mostra que diversas empresas estão mostrando mais produtividade através do home office. Antes visto como um possível problema, o trabalho em casa acabou se mostrando, para diversos segmentos, um ponto positivo.

O texto salienta que, tendo essa se mostrado uma alternativa para diversas empresas, é importante tomar cuidado para que esse aumento na produção não acabe se tornando excessivo, o que pode levar ao chamado efeito burnout – um esgotamento físico e mental cuja causa está intimamente ligada à vida profissional.

Adaptação

Muitas vezes, esse aumento na produtividade deve-se ao poder de adaptação que cada empresa tem. Para que o home office funcione bem, é preciso investir em ferramentas que facilitem a comunicação online, engajando os times e analisando resultados para conseguir dar uma resposta rápida às constantes mudanças.

Da mesma forma, empresas precisam criar ou aumentar sua presença online para continuarem competitivas – não só para continuar vendendo seus produtos e serviços, mas para reforçar o conceito da marca. Desde o início da pandemia, pesquisas mostram que o consumo de mídias online cresceu semana a semana, o que só reforça a importância desse posicionamento mais presente nas redes sociais e na internet como um todo.  

O momento é difícil e exige muitos cuidados, mas isso não significa que não é possível continuar crescendo, sempre respeitando a pandemia, as recomendações das autoridades de saúde e a realidade de cada funcionário.



Os comentários estão desativados.

-->