A campanha de arrecadação organizada pelo Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE/PR) encaminhou na última quarta-feira (29/06) à Fundação de Assistência Social de Curitiba (FAS) quase quatro toneladas de alimentos não perecíveis. As doações são resultado da colaboração de funcionários, empresários parceiros, conselheiros da instituição e da comunidade. 

Para o presidente da FAS, Fabiano Vilaruel, ter o apoio da sociedade civil organizada é fundamental para o funcionamento da entidade. “Hoje a FAS atende a 130 mil famílias de Curitiba que estão em situação de extrema pobreza. Iniciativas como essa diminuem um pouco essa situação pandêmica que causa muita angústia porque as pessoas estão sem muitas perspectivas. A ausência de renda traz incerteza para elas e ter o alimento à mesa é o que podemos entregar neste momento”, ressalta.  

O vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, também presente na cerimônia de entrega do volume arrecadado, lembra a importância de fazer doações diretamente para a FAS. “Por meio da Fundação é possível acompanharmos quem precisa de mais recursos e fazer o encaminhamento com mais equidade”, afirma. Além disso, Pimentel pontua que as parcerias entre o poder público e o setor privado são indispensáveis para enfrentar as questões econômicas trazidas pela pandemia de covid-19. “Cabe a nós, sociedade civil, poder público, empresários e entidades dar oportunidades para que os jovens possam construir caminhos profissionais sólidos.”   

O presidente do CIEE/PR, Domingos Murta, destaca a importância que a atuação social tem na história da entidade. “Muitas famílias estão precisando desse tipo de auxílio. Então decidimos organizar essa campanha e destinar os alimentos a FAS, para que sejam entregues preferencialmente as famílias dos jovens aprendizes atendidos pela fundação, e que se encontram em situação vulnerabilidade social”, explica. Desde que o CIEE/PR foi fundado, há quase 54 anos, a atuação social é uma das características mais importantes da instituição. Programas como o Jovem em Ação e o Família em Ação se dedicam a inserir jovens em situação de fragilidade no mundo do trabalho e, ao mesmo tempo, fortalecer suas famílias.

Clemilda Thomé, conselheira do CIEE/PR e madrinha da campanha, avalia que contribuições como essas são parte do papel de cidadania de quem está em uma situação econômica mais favorável, principalmente neste momento de pandemia. “A união de todos nós é que faz a diferença em um mundo com tanta desigualdade”, finaliza.

Além da quantidade arrecadada na capital e totalmente destinada à FAS, as 36 unidades do interior do estado conseguiram reunir outras três toneladas de alimentos, que serão encaminhadas para entidades locais.

 

A partir da direita: Fernando Fontana, presidente do Conselho Deliberativo; Domingos Murta, diretor presidente e a conselheira e madrinha da campanha, Clemilda Thomé, ambos do CIEE/PR; vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; Ilsis Silva, presidente da Associação dos Funcionários dos CIEE/PR e Fabiano Vilaruel, presidente da FAS.