Quais áreas de trabalho estão em alta em meio à pandemia?

Não é segredo para ninguém que a realidade que estamos vivendo vem mudando completamente as relações de trabalho. Com as novas demandas e mudanças no estilo de trabalho e gerenciamento, algumas áreas profissionais encontram-se em destaque.

Novas tendências

A Page Interim, consultoria especializada em recrutamento, seleção e administração de trabalhadores, fez um levantamento para descobrir quais são as profissões que estão em  alta neste período. O resultado mostrou que trabalhadores das áreas de Tecnologia da Informação, Finanças, Vendas, Recursos Humanos e Saúde são os mais procurados nos últimos meses.

Os motivos para que essas áreas específicas tenham esse crescimento são variados. A área de TI, por exemplo, se tornou crucial neste momento por possuir profissionais capacitados para auxiliar as empresas na transição para o home office, implantação de ferramentas para videochamadas e gerenciamento de equipes, entre outras demandas.

As áreas relacionadas ao Marketing Digital e Mídia também encontram-se aquecidas, visto a necessidade de melhorar os resultados de conversão de empresas de todos os segmentos, que se viram obrigadas a aumentar sua presença online.

Saúde para o corpo e para a mente

O aumento da procura por profissionais de saúde acontece em parte pelo combate direto ao coronavírus, mas também por outro aspecto relacionado à quarentena e ao isolamento social: a saúde mental. Sobrecarga de tarefas, ajuste de uma nova rotina, preocupação com a saúde física e financeira, entre outras questões, são capazes de causar impactos psicológicos em diferentes níveis. Em um momento de crise, os psicólogos são os profissionais habilitados para auxiliar, o que tem representado um aumento pela procura dessa especialidade. 

Saúde financeira

Ao mesmo tempo, cada vez mais empresas estão buscando profissionais que consigam planejar, economizar e prospectar mais clientes neste momento tão difícil. Por isso, profissionais de vendas, finanças e RH estão sendo tão solicitados.



Os comentários estão desativados.

-->